Alegrei-me quando me disseram: Vamos à casa do SENHOR

“ Alegrei-me quando me disseram: Vamos à casa do SENHOR” Salmo 122.1.

Eis acima uma expressão de satisfação e gozo dita pelo salmista, momentos antes de se adentrar no Templo da congregação com os irmãos em Cristo. Uma expressão que só diz quem realmente ama o fato de estar congregado na casa de Deus, local escolhido para que o povo se encontre para ouvi-Lo. Este deve ser um lugar onde o cristão desfruta, com satisfação e toda alegria, da íntima presença do Senhor e do amor dos irmãos na fé.

Este era o hino que os peregrinos cantavam (Salmo 122) assim que se aproximavam da porta do Templo, já dentro dos muros da cidade santa (Jerusalém). É aqui que nos reuniremos para buscar ao Senhor e Sua orientação. Negligenciar isso é esquecer do que Ele nos ensinou através da Sua Palavra quando exortava através do profeta dizendo: “Não deixem de frequentar a sua congregação, como é costume de alguns, antes exortando uns aos outros; e tanto mais agora, quanto vedes que se vai aproximando aquele dia” (Hebreus 10.25). Congregar significa “juntar-se, unir-se”. Deixar de congregar é deixar de incentivar aos que estão sem esperanças. Ora, quando vou à igreja e encontro algum irmão fraco na fé qual é a minha atitude, o que nós dizemos a ele? “Irmão, não desista de Cristo, não volte para o mundo. Nós vamos lutar juntos e vencer até o fim”; não é isso o que dizemos? É exatamente o que fazemos, pelo menos nós, os que nos preocupamos com a saúde espiritual uns do outros. Nós dizemos, “não deixe de congregar”, quer seja na casa uns dos outros, quer seja nos cultos semanais, é isso que dizemos. Pois bem, enquanto estivermos congregando (reunindo uns com os outros na igreja para receber de Deus e edificar uns aos outros) estaremos dentro de Seu mandamento relatado em Hebreus 10.25. Aqueles que não fazem assim, independentes de qual denominação frequentam, estão na direção errada e não sabem para onde estão indo. Congregar é o mesmo que afirmar: “Sim Senhor, estou me preparando para o Dia do arrebatamento” (Hebreus 10.25 b). Isso tudo, irmãos, deve ser motivo de muita alegria para nós.

O fato de termos a oportunidade de podermos conversar uns com os outros, ouvir os problemas, contar alguns casos, nos ajudar mutuamente, exortar em amor, dar sugestões e contar testemunhos edificantes só acontecem na igreja e em nenhum outro lugar. Se não congregarmos nas reuniões semanais não nos encontraremos dia nenhum, pois o nosso tempo já é muitíssimo corrido, e nos acostumamos a dar ênfase às nossas coisas e não às dos outros (1Co 10.24). Daí é que começa o enfraquecimento espiritual, pois ficamos frios pela falta de comunhão com o Corpo de Cristo, a Igreja.

Sem congregação ficamos sem apoio, sem vitórias, sem amor, sem ensino, sem nada! A congregação deve ser um motivo de alegria para você, indiferente dos problemas que tenha enfrentado com alguns dentro da igreja. Ora, passar por dificuldades na denominação não pode ser o motivo para nos fazer deixar de congregar, ou você nunca leu o que está escrito em (1Co 5.11)? Hei, nem todos os que estão na igreja nasceram de novo, mas todos os que nasceram de novo terão comunhão com você e vice-versa, e eu tenho certeza que você tem comunhão com dezenas de irmãos verdadeiros. Não perca isso jamais; CONGREGUE SEMPRE, SEMPRE, SEMPRE… A falta da congregação faz o cristão perder o amor fraternal; isso é péssimo!

Que nesta verdade simples e pura, nós possamos resgatar em Deus e Sua Palavra a vontade santa de QUERER congregar com os irmãos em espírito e verdade, para a Glória de Deus Pai.

Deixe um comentário

wpDiscuz